domingo, 16 de outubro de 2016

Doce melodia



Doce melodia

Doce melodia inunda meus ouvidos
Caminho um caminhar de viajante
Me detenho quando vejo você,
Minha tão sublime amada, linda,
Dentro das entranhas da Baleia; Jonas
Não faria melhor, doce canto de
Baleias, tais seres celestiais, do mar...
O mar ainda pode abrigá-los.

Até quando?


Mauricio Duarte (Divyam Anuragi)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...