Postagens

Mostrando postagens de Junho 30, 2013

SAL na 5ª Conferência das Cidades

Imagem
A Sociedade de Artes e Letras de São Gonçalo esteve presente na 5ª Conferência das Cidades  - Etapa Municipal / São Gonçalo, na posição de Sociedade Civil.
Na ocasião jovens de movimentos sociais pela preservação da cultura e memória gonçalense fizeram contato conosco e estableceram parcerias para trabalhos futuros.
Na foto Tafulhar/SG e Memória de São Gonçalo.

Encontro Cultural da SAL

Imagem
Toda primeira quinta-feira de cada mês é realizado na tenda verde do Centro Cultural Joaquim Lavoura (Lavourão) o Encontro Cultural da SAL, onde todos se confraternizam, trocam informações e assistem palestras, ministradas pelos associados. Não deixem de participar. O próximo será em 1º de agosto.

Da esquerda para a direita: a poetisa Bruna Tavares (conselheira), o artista plástico Alexandre Martins (presidente) e o escritor Leo Vieira (secretário).

SAL participante no Desenvolvimento Estudantil em São Gonçalo

Imagem
A Sociedade de Artes e Letras de São Gonçalo (SAL) compõe a Conferência Nacional de Educação (CONAE) em São Gonçalo, em organização com a Secretaria Municipal de Educação (SEMED). Nas próximas semanas, novidades sobre projetos escolares e estudantis compartilhadas em nossas páginas.

Alguém e ninguém

Imagem
Tentando justificar a ausência de escritores liberais e conservadores na Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP) deste ano, assim se pronunciaram seus mais destacados representantes: Miguel Conde, curador: "Não acho que escritores associados à direita sejam numerosos. Tenho até dificuldade em pensar em nomes." Sérgio Miceli, membro da principal mesa de debates: "Bons pensadores à direita são peça rara no País." Milton Hatoum, conferencista encarregado da palestra de abertura do evento: "De escritor importante no Brasil, não me lembro de nenhum de direita." Dada a relevância dos personagens, não creio exagerar ao supor que suas opiniões e seu nível de cultura exemplificam a média dos participantes, excetuada a hipótese, hedionda mas plausível, de que ela vá daí para baixo. Nesse sentido, a FLIP é a mais espetacular amostra viva da completa destruição da alta cultura no País, substituída pela tagarelice autopromocional de usurpadores e carr…