Postagens

Mostrando postagens de 2018

Tramas

Imagem
Tramas Nanquim, tinta vermelha para desenho e colagem s/ papel couché 21 x 29,7 cm 2018 Mauricio Duarte (Divyam Anuragi)

Posse do Acadêmico Mauricio Antonio Veloso Duarte Anuragi na Academia de Letras, Artes e Ciências do Brasil.

Imagem
Posse do Acadêmico Mauricio Antonio Veloso Duarte Anuragi na Academia de Letras, Artes e Ciências do Brasil na Câmara Municipal em Volta Redonda.

















Além da Terra, Além do Céu, Tomo III da Editora Chiado

Imagem
Meu Certificado de participação na Antologia Brasileira de Poesia Contemporânea Além da Terra, Além do Céu, Tomo III da Editora Chiado.O poema publicado é: Vazio.


Vazio
Era dos signos-marcas em todos espaços, todos lugares, virtuais ou não. Símbolos-identidades, tremeluzindo e piscando ininterruptamente...
Sinergia dos logotipos em profusão cabalística a sorrir e deitar-se para o sexo; vende-se o sexo, qualquer um, não importa. Ícones da luxúria onipresente...
São os donos ilimitados das ruas, shoopings, praças, bares, avenidas, olhos, mentes. Lembram-nos do grande vazio existencial que enchemos de nada...
Mauricio Duarte (Divyam Anuragi)


Conspiração de Consciência e Arte-enlevo

Imagem
Conspiração de Consciência e Arte-enlevo .
Clique aqui e saiba: https://sites.google.com/site/conspiracaodeconsciencia/home O que é arte-enlevo? E de que se trata a conspiração da consciência? Temas amplos, de envergadura enorme. (...)

Marcos Paulo Alfa

Imagem
Marcos Paulo Alfa
Qual o limite da identidade?  A identidade pós-pós-moderna – pós-tudo – que nos arranca dos nossos lugares comuns e nos leva para encararmos nossa própria identidade – ou pseudo-identidade – em camadas e todas falsas – diriam alguns... Marcos Paulo Alfa tem a medida exata disto e tira partido deste fato em seu trabalho de graffiti nos muros da cidade bruta, bruta cidade... As suas criaturas do graffiti podem ser aparentemente “fofas” e “engraçadas”, “pop” e “ideológicas”, “expressivas” e “frágeis”... Porém, em sua maioria, senão na totalidade, permanecem inclassificáveis.  Desde o elefante azul ciclópico de um olho só – ou são dois olhos? – que parece uma figurinha de desenho animado ou de HQ infantil; nada tem de infantil, e altamente gráfico; até o ursinho de pelúcia skatista e grafiteiro com requintes de 3D em luzes e sombras, misturado ao alto tratamento gráfico elétrico.   Passando pelo garoto azul com a TV na cabeça aberta, com o canal que para a sua programaçã…

Sessão ALTO IHGM em Teófilo Otoni, novembro 2018

Imagem
Outorga da Comenda "João da Mata Machado" para cidadãos acima 70 anos e posse de novos membros na Academia de Letras de Teófilo Otoni (ALTO), onde eu, Mauricio Duarte, sou Acadêmico Correspondente. Novembro 2018.

Relevância Histórica da Gestalpedagogia: Estudo Qualitativo das Influências Teóricas da Gestalpedagogia em Aprendizagem no Ensino Superior Brasileiro

Imagem
Publicado o artigo científico de minha autoria, Mauricio Duarte, na Revista Acadêmica . Relevância Histórica da Gestalpedagogia: Estudo Qualitativo das Influências Teóricas da Gestalpedagogia em Aprendizagem no Ensino Superior Brasileiro
A Revista Acadêmica Online, com prazer, apresenta o trabalho intitulado "Relevância Histórica da Gestalpedagogia: Estudo Qualitativo das Influências Teóricas da Gestalpedagogia em Aprendizagem no Ensino Superior Brasileiro", de lavra dos pesquisadores Maurício Antonio Veloso Duarte, Pós-Graduado, na modalidade Lato Sensu, em Docência no Ensino Superior pelo convênio UCDB/Portal Educação; e Tânia Rocha Nascimento, Professora e Mestre da Universidade Católica Dom Bosco, Orientadora de Trabalho de Conclusão de Curso no programa de Pós-Graduação, Lato Sensu, da UCDB/Portal Educação. O objetivo principal da pesquisa foi estabelecer a relevância histórica da Gestaltpedagogia no ensino/aprendizagem brasileiro no que se refere aos seus aspectos teóric…

Informação, Conhecimento e Espiritualidade

Imagem
Leia o texto Informação, Conhecimento e Espiritualidade, de minha autoria, Mauricio Duarte, na Revista Divulga Escritor no. 37 . https://issuu.com/smc5/docs/37_divulga_escritor_revista_literar/99


Vídeo entrevista com Mauricio Duarte - escritor, poeta, artista visual e acadêmico da AGLAC

Imagem
Assista o vídeo entrevista com Mauricio Duarte - escritor, poeta, artista visual e acadêmico da AGLAC.  https://www.youtube.com/watch?v=br4qcfPnLKI


Os Irmãos Grimm

Imagem
CRÔNICA LITERÁRIA

por Profa. Léa Marques Guimarães (Lady Léa)

Eu adoro um conto infanto-juvenil, são histórias que fazem nossa imaginação sonhar e viajar por caminhos desconhecidos e insólitos. Dos autores antigos, destaco os irmãos Grimm, Jacob (1785-1863) e Wilhelm (1786-1859), que ficaram famosos por suas várias fábulas, histórias ou contos infanto-juvenís, tais como: Rapunzel, Cinderela, Chapeuzinho Vermelho, O pequeno polegar, Branca de Neve, Joãozinho e o pé de feijão; além de muitos outros.
Tanto Jacob quanto Wilhelm, com apenas um ano na diferença de idade, cursaram juntos a formação escolar até a Faculdade de Direito, mas deixaram a advocacia de lado para se dedicarem à literatura. Eles possuíam grande criatividade em suas narrativas, o que lhes granjearam cargos de professor na Universidade de Berlim, onde trabalharam até seus últimos dias.
Eles costumavam dizer que, apenas escreviam as histórias que escutavam dos camponeses, amigos e parentes. Eram bastante …

José A. Kuesta

Imagem
José A. Kuesta
Toda a herança mágica, mística, mitológica e histórica do Egito Antigo fascinam nosso artista mestre José A. Kuesta.  Mais do que isto, todo esse legado egípcio antigo é representado, transformado e reconfigurado.  Numa releitura de seus símbolos em criação totalmente original e afinada com o zeitgeist, esse nosso caldo cultural diversificado e abrangente contemporâneo, José A. Kuesta nos mostra o que de mistério, expressividade e criatividade pode advir desta abordagem. O abstracionismo do artista é de uma singularidade sem igual e é realizado de forma completamente atual, como já disse.  Isto se dá, a partir de cores e manchas, colagens, grafismos, traços, carimbos, num amálgama de elementos gráfico-visuais e pictóricos, cuja influência pode ser encontrada em vários lugares.  Paul Klee, o expressionismo abstrato e a própria história do Egito Antigo são algumas destas influências que também ganham maior corpo quando da sua aproximação com a tendência da arte abstrata d…

ESCRITOR! POETA: UMA VIDA; INTEIRA# FERNANDO FELIX.

Imagem
Vídeo entrevista com o Poeta e Professor Fernando Félix, ex-presidente da AGLAC . https://youtu.be/nI6TXvnlBio

IMAGINAÇÃO! E UM BOM PAPO.....#RUBEM.

Imagem
Vídeo entrevista com o Escritor Imortal da AGLAC Rubem Batista .https://youtu.be/UiHrnyD4E_0

SURGE NA LAVOURA; PARA À ACADEMIA#OSWALDO LUIZ.

Imagem
Vídeo entrevista com o Professor Acadêmico da AGLAC Osvaldo Luiz Ferreira.

UMA "PESQUISADORA" #MARIA NELMA.

Imagem
Vídeo entrevista com a Pesquisadora Acadêmica da AGLAC Maria Nelma.

QUANDO A FORÇA DA PALAVRA : CONQUISTA O "FUTURO"#LUCIA MALTA.

Imagem
Assista a entrevista em vídeo da Acadêmica Escritora e Artista Plástica Lucia Malta.

Certificado de Destaque - Poema de minha autoria Destaque do 29o. Concurso Internacional Literário ALPAS 21

Imagem
Poema de minha autoria Destaque do 29o. Concurso Internacional Literário ALPAS 21



Mambembes da vida

Crime sem castigo,
morte em vida desses
tais mambembes em
uníssono a ladrar,
pedindo atenção,
numa mendicância...

No picadeiro e
nesta corda bamba,
vida toda, não,
não podem discutir.
O reflexo é tudo,
o momento é tudo...

Somos astros Del
Gran Royal Circo, oh,
estrela esquecida,
cuja luz espelha
apenas nossa, enfim,
medíocre sensatez...

Deus... esse desconhecido...

Imagem
Deus... esse desconhecido...
Não sei quando é, nem quando foi.  Nem tampouco sei se será algum dia. Mas de uma coisa tenho certeza, está sendo, sem se estabelecer no presente, foi, sem se estabelecer no passado, e será, sem se estabelecer no futuro. Do que estou falando? De Deus, lógico. Dele nada pode ser dito sem que se negue ao mesmo tempo a mesma assertiva. As teorias filosóficas e especulativas a Seu respeito nas diversas teologias, tratados e orações não dão conta da sua magnificência e grandeza infinitas.  Incomensurável é Sua imensidão e incognoscível Sua sabedoria.  Igualmente onipresente é Seu amor que a tudo permeia. Onipotente é a Sua ação e onisciente Seu discernimento. No entanto, há um abismo entre quem vê e quem não vê essa verdade. Muitos dirão que se trata de mera megalomania da igreja esse louvor a Deus. Sim, porque se somos feitos à imagem e semelhança de Deus, nossa centelha, fagulha, ou como queiramos chamar, nossa partícula divina presente em nós, seria, igualme…

Dia da Poesia - 31 de outubro - Doce poesia

Imagem
Academia Virtual de Letras
Patrono: Paulo Coelho
Acadêmico: Mauricio Duarte
Cadeira: 39


Dia da Poesia - 31 de outubro Doce poesia Doce poesia,
de doces aromas...
Quis eu estar contigo
nessa onda de letras
palavras, pontos... Doce poesia,
de diáfana forma...
Quis eu estar contigo
nesse deslindar de versos,
estrofes, métricas... Doce poesia,
de contundente tema...
Quis eu estar contigo
nessa grande jornada de paixões,
ritmo, consonância... Doce poesia,
de retumbante retórica...
Quis eu estar contigo
neste apresentar-se de assertivas,
proposições, fantasias... Doce poesia,
és para mim uma dádiva...
Plena de forças,
maravilhas, prazeres,
poderes e graças... Mauricio Duarte (Divyam Anuragi)

NOVO SITE . CONSPIRAÇÃO DA CONSCIÊNCIA E ARTE-ENLEVO

Imagem
NOVO SITE .  CONSPIRAÇÃO DA CONSCIÊNCIA E ARTE-ENLEVO


https://sites.google.com/site/conspiracaodeconsciencia/home

Deus... esse desconhecido...

Imagem
Deus... esse desconhecido...

Não sei quando é, nem quando foi.Nem tampouco sei se será algum dia. Mas de uma coisa tenho certeza, está sendo, sem se estabelecer no presente, foi, sem se estabelecer no passado, e será, sem se estabelecer no futuro. Do que estou falando? De Deus, lógico. Dele nada pode ser dito sem que se negue ao mesmo tempo a mesma assertiva. As teorias filosóficas e especulativas a Seu respeito nas diversas teologias, tratados e orações não dão conta da sua magnificência e grandeza infinitas.Incomensurável é Sua imensidão e incognoscível Sua sabedoria.Igualmente onipresente é Seu amor que a tudo permeia. Onipotente é a Sua ação e onisciente Seu discernimento. No entanto, há um abismo entre quem vê e quem não vê essa verdade. Muitos dirão que se trata de mera megalomania da igreja esse louvor a Deus. Sim, porque se somos feitos à imagem e semelhança de Deus, nossa centelha, fagulha, ou como queiramos chamar, nossa partícula divina presente em nós, seria, igualmente, infi…

Destaque do 29o. Concurso Internacional Literário ALPAS 21

Imagem
Poema de minha autoria Destaque do 29o. Concurso Internacional Literário ALPAS 21

Mambembes da vida

Crime sem castigo,
morte em vida desses
tais mambembes em
uníssono a ladrar,
pedindo atenção,
numa mendicância...

No picadeiro e
nesta corda bamba,
vida toda, não,
não podem discutir.
O reflexo é tudo,
o momento é tudo...

Somos astros Del
Gran Royal Circo, oh,
estrela esquecida,
cuja luz espelha
apenas nossa, enfim,
medíocre sensatez...

19o. Certificado de Louvor Poético na AVL

Imagem
É com grande prazer e honra que venho divulgar meu 19o. Certificado de Louvor Poético na AVL. Um grande abraço.

Antes da vitória vem a tentação. E quanto maior os louros a conquistar, maior a tentação a que é preciso resistir.

Stephen King.

AVL se congratula ao parabenizar seus membros que com dedicação esmerada coroa com mais um certificado o sucesso da confraria!

Artes visuais

Imagem
Artes visuais
Escrever sobre artes visuais é como tentar descrever uma sessão de meditação profunda.  Na verdade, é indescritível...  É preciso experimentar... As palavras são boas para o mundo objetivo, pragmático, direto que parece ser nosso destino no mundo dos negócios e das relações de trabalho, cuja utilização da tecnologia e da ciência sempre quiseram construir ou estiveram a serviço no projeto civilizatório.  Os poetas, músicos e compositores – e eu me incluo aqui, como poeta – irão imediatamente protestar.  A linguagem poética, no entanto, trabalha, em geral, na margem, quase como um desvio da linguagem da escrita ou da oralidade.  E é daí, talvez, que venha a sua maior força: a subjetividade, a dubiedade, o contexto fora de contexto que diz tudo com tão pouco, apenas... palavras... Ou chega ao âmago do sentimento, apenas com... palavras... As palavras, porém, já foram símbolos, antes de serem palavras.  Desde a escrita de Biblos, cidade fenícia de onde veio o alfabeto daquel…