Esta volubilidade




Esta volubilidade

Melancólica destreza,
cujos tais braços se estendem
ao redor de mim; abraço
que me envolve como num
redemoinho; vento ao redor
de mim e de tudo, alhures...
Mas também aqui, perto, em
mim, num sabor agridoce.
Fábula e documentário,
tristeza e fortaleza ao
mar, sentir, terra nos pés.
Vagido, que vem, que vai...
Lembranças de umas saudades
do que nunca pôde ser,
mas foi noutra dimensão,
de diversas formas e
maneiras, que se esfacelam,
quando tentamos tocá-las...

Mauricio Duarte (Divyam Anuragi)

Visite a página da poetisa, escritora e palestrante Bartira Mendes . RESPIRANDO POESIA . https://www.facebook.com/bartiramendesrespirandopoesia/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

1° Concurso de Contos da AGLAC

A breve vida da página "Armandinho morrendo violentamente"