“O Fim do Mundo”





“O Fim do Mundo”

“No fim de um mundo melancólico
os homens lêem jornais
Homens indiferentes a comer laranjas
que ardem como o sol
“Me deram uma maçã para lembrar
a morte. Sei que cidades telegrafam
pedindo querosene. O véu que olhei voar
caiu no deserto.
“O poema final ninguém escreverá
desse mundo particular de doze horas.
Em vez de juízo final a mim me preocupa
o sonho final.”

João Cabral de Melo Neto

Visite o instagram da poetisa, escritora e palestrante Bartira Mendes . RESPIRANDO POESIA . https://www.instagram.com/respirandopoesia_bartiramendes/

Imagem: Peça de arte - Enredada . guache e nanquim s/ papel telado 240 g/m2 . 20 x 28 cm . 2016 . Mauricio Duarte - Disponível para venda.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

1° Concurso de Contos da AGLAC

A breve vida da página "Armandinho morrendo violentamente"