segunda-feira, 3 de abril de 2017

Triste é ver que se vendem por tão pouco...



Triste é ver que se vendem por tão pouco... 

 
Muitos se vendem por um lugarzinho ao sol, outros por 1 bilhão de reais... Tudo isso é muito pouco... Tanto o lugarzinho ao sol quanto o 1 bilhão de reais.
Ter caráter é algo que já foi desmascarado por iluminados.  Mas a conduta ilibada e a ética, além do senso de solidariedade e de fraternidade podem não ser parte, exatamente, de um caráter.  Podem ser parte de uma lógica da amorosidade, do respeito a si mesmo e ao próximo, da virtude pela virtude, do querer bem à sua família, amigos e colegas.  Não é preciso ser alguém “de caráter” para ser uma pessoa do bem.  É preciso consciência e sabedoria.  Consciência e sabedoria, por sua vez, adquirem-se, conquistam-se ou não se adquirem, não se conquistam.  Não está no DNA.  Não é herança genética. 
É preciso fazer valer a condição de ser humano e realmente ser um ser humano, sem concessões aos “jeitinhos” ou modismos, às safadezas ou “praticidades”.  Ser resoluto é saber que o que se faz é o melhor para si e para os outros tendo sempre a ética, a verdade e a liberdade, além da solidariedade e da fraternidade como norte.  Cônscio dessa condição, o verdadeiro cidadão ou a verdadeira cidadã não precisa realmente de caráter, o caráter é a sua consciência em si mesma, dissolvida em seus atos, palavras e atitudes.
O que significa exatamente imiscuir-se na consciência?  Significa que nada que seja contrário ao desejo de auxiliar – de verdade – o próximo e a si mesmo poderá ter lugar na sua vida, no seu cotidiano, nos seus atos, palavras e atitudes se você não quiser.  O livre arbítrio continua e sempre continuará, no entanto, a possível tentação de uma má conduta não será considerada por você como uma possiblidade razoável.  Será uma possiblidade e apenas isso.  Por exemplo, quem trabalha com risco de cortar-se em algum equipamento de modelagem em madeira, sabe que é preciso atenção.  Há a possibilidade de se ferir, mas essa probabilidade é minimizada pelos procedimentos de segurança.  Estar cônscio, imerso na consciência, significa um pouco isto, adotar medidas de segurança enquanto se trabalha com riscos.  Poder traz riscos, como também, tentações e se essas tentações forem tratadas negligentemente podem se tornar realidade e acabar devorando a pessoa.  Já foi dito: “Se alguém olhar muito para o abismo, o abismo o devorará.”
Não se trata aqui de defender moralismos ou idealismos, mas de ter em si mesmo, uma fagulha divina que te guie pelo melhor caminho, pela melhor opção, pela melhor conduta.  Esse guia interior é alcançado por meio de meditação e oração.  Não há outro meio...  Só a partir de um encontro pessoal com Deus se consegue consciência na vida.
Portanto, é necessária uma revisão de valores e ideais se quisermos realmente possibilitar o surgimento de um novo homem.  Não é possível ter-se o bem na existência, quando o bem não é nosso íntimo, não faz parte do nosso dia-a-dia, não é nosso companheiro e não está sempre presente do raiar do dia ao crepúsculo.  Pensar, refletir e chegar à conclusão da necessidade de uma prática espiritual diária é condição básica para a finalidade da virtude.  Paz e luz.

Mauricio Duarte (Divyam Anuragi)


Leia mais: http://www.divulgaescritor.com/products/triste-e-ver-que-se-vendem-por-tao-pouco-por-mauricio-duarte/

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...