Ser Escritor Requer Investimento


Quando decidimos escrever profissionalmente, devemos compreender que o que iremos gastar vai muito além do tempo e dedicação. Precisamos estudar, nos especializar, colher informações, trocar conhecimento com outros profissionais, entre outras coisas necessárias para fazer com que o nosso acervo textual ganhe boa atenção dos futuros leitores.
O montante de obras e textos que você produz precisam passar ser registrados para preservar sua autenticidade. Isso leva um custo para impressão, encadernação e envio na Biblioteca Nacional. Seus textos também precisam depois passar por uma revisão profissional que pode ser feito por um professor, revisor ou até por você mesmo, se estiver preparado e seguro.
A não ser que você saiba fazer serviços gráficos, você também terá que pagar um profissional para diagramar e fazer as artes gráficas de seus livros, e também os registros de ISBN, Ficha Catalográfica e Código de Barras, que também podem ser feitos na gráfica. Enfim, tudo isso envolve profissionais dedicados.
E depois do livro pronto, você precisa correr atrás da divulgação, que pode ser feita com um publicitário, um jornalista ou por você mesmo, cuidando e administrando todo o processo de apresentação, inserção e divulgação de sua biografia, trabalho e acervo literário.

Acredite em seu trabalho e faça valer todo o seu esforço quando for convidado para fazer qualquer serviço literário de graça.

Leo Vieira

Conheça mais sobre o Leo Terário e o projeto de incentivo à leitura "Leia + Livros" na página "Antro Literário".


® Leo Vieira- Direitos Reservados

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que o Brasil não ganha o Nobel de Literatura

Humilde em alto grau

Nossa Senhora das Dores e SAL vão apresentar animações para os alunos