Os Enredos Paralelos


Nem toda história rende a ponto de se transformar em um romance pelo fato de não ter conteúdo o suficiente. Para isso, é necessário aprofundar mais na biografia e características de personagens. Os principais, os coadjuvantes e os vilões precisam ter uma aparição bem desenvolvida para que a história tenha sentido. Mas o autor deve se atentar para que tudo tenha sentido, para que não apareçam incoerências e motivos desnecessários para que o personagem exista na história. Como já havia informado sobre o conceito de literatura fantástica, se você criar um personagem bizarro, ele precisa ter motivo para existir naquela história. Literatura fantástica não é literatura ilógica.
Um dos segredos mais notáveis para tornar uma obra mais rica de informações e conteúdo é o enredo paralelo. É praticamente essencial para quem quer publicar um romance de mais de cem páginas.
Já notou como muitas novelas conseguem durar tanto tempo? Um período de oito meses, equivalem a 192 capítulos. Somando as 40 páginas diárias, dão um total de 7680 páginas! Algo em torno de 19 volumes de livros grossos de 400 páginas. O que faz uma história durar tanto? Vários núcleos de personagens e enredos paralelos coerentes com a história principal.
É como tecer uma trança. Algumas levam duas colunas de fios, outras três e outras quatro e adiante. Quanto mais definidas e organizadas, mais sustentáveis elas serão.
  
 Leo Vieira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que o Brasil não ganha o Nobel de Literatura

Unificação e integridade do ser humano

Gaia somos nós, nós somos Gaia