Feira de Livros

Estamos tendo em alguns Estados a Bienal do Livro, que é um circuito literário onde muitas editoras e escritores aproveitam para se promoverem. O evento conta com a ajuda e apoio do governo e de grandes empresas.
A Bienal também é uma ótima oportunidade de conhecer as novidades literárias, além de escritores famosos (e até tirar fotos com eles), adquirir bons livros acessíveis (até mesmo autografados na hora!) e passar ótimos momentos em confraternização com outros amantes da leitura e da literatura.
Infelizmente, evento desses tipos não são para todos. Com o tempo a Bienal foi ficando mais tomada por burocracias e os custos para aluguel de stands têm se tornado alto demais e para quem ainda não têm uma editora para apoio, acaba se tornando mais caro.
Seria muito bom que as prefeituras se mobilizassem para as feiras literárias populares, onde pudessem cuidar e coordenar espaço e instalações, apoiando escritores iniciantes, que cuidariam em providenciar apenas os seus lotes de livros. Eu tenho feito isso, coordenando dois projetos literários em minha cidade, mas seria melhor se outros escritores também abraçassem essa nobre causa.

DICAS:
- Participe de eventos culturais e literários em sua cidade. Não adianta querer criar algo, estando por fora do que acontece por perto;
- Pesquise como são organizadas as Bienais e outras feiras de livros em outras cidades (várias fontes na internet e nas prefeituras). Leia os releases, organogramas, e outras fontes de informação, porque irá "fermentar" as suas ideias;
- Faça um bom curso de elaboração de projetos e captação de recursos. Existem até cursos gratuitos promovidos pela prefeitura de sua cidade. Isso é bom porque além do aprendizado, lhe ajudará a conhecer mais pessoas também com a mente interessada em desenvolver ideias;
- Participe das reuniões abertas ao público na Secretaria de Cultura e Educação. Formule ideias, projetos e faça acontecer. Se algo não for concretizado, você pode vir a ser convidado a participar de algum outro projeto cultural;
- Se você acha que não aprendeu o suficiente a formular e desenvolver projetos, contrate então o serviço profissional. Além do reconhecimento, coordenar projetos profissionais se torna algo nobre e biográfico para a sua carreira literária. 

E por fim, não tenha medo. Pense, planeje e haja! Existe um caminho muito estreito e acidentado (um pouco espinhoso também) que somente poucos se atrevem a percorrê-lo. É o caminho da realização que o levará ao posto da conquista.

Leo Vieira é autor do livro "Alecognição", pela Editora Lexia.
Membro e secretário da Sociedade de Artes e Letras (SAL) de São Gonçalo e patrono na Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências (AGLAC)

Escritor acadêmico em várias Academias e Associações literárias; ator; professor; Comendador; Delegado Cultural em São Gonçalo e Doutor em Teologia e Literatura.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gaia somos nós, nós somos Gaia

Doce melodia

Caminhada espiritual