COMO FAZER UM BOM LANÇAMENTO DE LIVROS?

Não se precisa de muito requinte na hora de lançar o seu tão sonhado, planejado e querido livro. Muitos pensam em festas faraônicas, com aspecto de cerimônia finíssima, mas um lançamento de livro pode ser prático e agradável a todos, com grandes resultados.
Reserve entre 20 e 30 exemplares de livros. Não leve estoque grande, porque nem sempre se vende tudo de uma vez. Leve o suficiente para que você não precise de carro para o transporte. No máximo, um carrinho de feira.
Não alugue salão de festa. Senão o custo pode sair mais caro do que o resultado das vendas e lhe causar decepção e frustração. Também numnca se pode achar que você vai vender o suficiente para lançar mais um livro em seguida. Pense na reposição do investimento. O resto é bônus. Um escritor, assim como qualquer outro profissional  deve sempre aprender a caminhar um quilômetro extra.
Reserve um espaço em uma pizzaria ou churrascaria, com os convidados que confirmaram presença. Em alguns casos, o estabelecimento até presenteia com uma pizza de cortesia quando o local enche. Além de ser uma forma de popularizar mais o local.
Aproveite a festa e faça as dedicatórias nos livros. A festa será animada. Sorria e tire muitas fotos. Isso atrairá outros compradores de última hora, como frequentadores que nem sequer sabiam do evento e estavam em mesas distantes. Se você investiu R$ 1 mil no livro e vendeu 30 exemplares por R$ 30, cada um, você praticamente pagou o custo de investimento. Não tenha pressa e saiba que em um futuro lançamento, você poderá vender muito mais.


Leo Vieira é membro e secretário da Sociedade de Artes e Letras de São Gonçalo (SAL), autor do livro "Alecognição" (Editora Lexia) e mais 30 livros, ainda em fase de publicação. Escritor acadêmico em outras 29 Academias e Associações literárias; ator; professor; Comendador; Delegado Cultural em duas cidades e Doutor em Teologia e Literatura.

Comentários

isso me lembra dos livros que ajudamos a publicar. Tem o caso de um romance escrito por um gonçalense que ajudamos em muita coisa: diagramação, revisão ortográfica, apoio no contato com a gráfica. O contato da SAL com a Gráfica do Projeto Oficina de Livros do SENAI-RJ foi muito proveitosa, pois a tiragem de 50 exemplares saiu a preço de milheiro. O lançamento foi na Casa das Artes divulgado pela SAL e com presença de várias pessoas da Cultura gonçalense. Temos as fotos no acervo. Depois levamos o autor até a Bienal do Livro no RIocentro, a nossas custas. Fizemos bonito, não?
Leo Vieira disse…
A SAL também ajuda o escritor gonçalense associado a desenvolver o seu livro, escolhendo a melhor capa, diagramação, fazendo revisão ortográfica, intermediando contato com a gráfica e dando orientações publicitárias. Envie um e-mail para contato@sociedadesal.org

Postagens mais visitadas deste blog

Gaia somos nós, nós somos Gaia

Doce melodia

Caminhada espiritual